Notícia

Ataque cardíaco: inteligência artificial fornece melhor diagnóstico

Ataque cardíaco: inteligência artificial fornece melhor diagnóstico


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Diagnóstico aprimorado de ataques cardíacos pode salvar vidas

Um teste recém-desenvolvido pode ajudar a diagnosticar ataques cardíacos de maneira mais rápida e eficaz no futuro. Um algoritmo de computador, em combinação com um exame de sangue, determina se as pessoas tiveram um ataque cardíaco ou qual o risco de desenvolver um ataque cardíaco nos próximos 30 dias.

Um estudo recente do Hospital Christchurch e da Universidade de Edimburgo descobriu agora que um algoritmo de computador combinado com um exame de sangue pode melhorar significativamente o diagnóstico de ataques cardíacos. Os resultados do estudo foram publicados na revista de língua inglesa "Circulation".

Tratamento aprimorado pela IA

Os pesquisadores desenvolveram um novo algoritmo de computador que, combinado com um exame de sangue, determina se alguém sofreu um ataque cardíaco. Esse algoritmo mostrou uma velocidade de diagnóstico aprimorada e precisão de diagnóstico. Atualmente, um cardiograma e um exame de sangue devem ser realizados nas pessoas afetadas, e a história e os sintomas familiares geralmente desempenham um papel importante no diagnóstico precoce.

O que o algoritmo pode determinar?

O novo algoritmo usa apenas informações objetivas, como idade e sexo, e um exame de sangue. Dessa forma, ele é capaz de eliminar distorções no diagnóstico, explica a equipe de pesquisa. Se as características do paciente fossem levadas em consideração e um exame de sangue fosse realizado, um computador poderia determinar como baixa ou alta a probabilidade de ataques cardíacos nos pacientes. O algoritmo também é capaz de prever o risco de um ataque cardíaco nos próximos 30 dias com relativa precisão, relatam os pesquisadores.

O diagnóstico é muito mais direcionado

Os resultados do estudo mostraram que o algoritmo de computador foi treinado especialmente para estimar o risco pessoal de um paciente, o que possibilitou um diagnóstico muito mais direcionado, explica o grupo de pesquisa. Os dados de mais de 11.000 pessoas em todo o mundo foram avaliados para o estudo. Isso permitiu o desenvolvimento do novo algoritmo de computador que poderia melhorar significativamente o diagnóstico de ataques cardíacos no futuro. Os pesquisadores são de opinião que este é um grande passo para os cuidados futuros de saúde. (Como)

Informação do autor e fonte

Este texto corresponde às especificações da literatura médica, diretrizes médicas e estudos atuais e foi verificado por médicos.

Inchar:

  • Martin P. Than, John W. Pickering, Yader Sandoval, Anoop S.V. Shah, Athanasios Tsanas et al.: Machine Learning para prever a probabilidade de infarto agudo do miocárdio, em circulação (Consulta: 11.09.2019), Circulação



Vídeo: III Simpósio de Inteligência Artificial - Dia 1 (Setembro 2022).